Edições: Edição 74 - Maio de 2020

Década perdida

Gaúchos tiveram prejuízo nas últimas 10 safras, segundo Cepea/Esalq .  O cenário de uma lavoura que reduz ano a ano no Brasil, mesmo no Rio Grande do Sul que obtém as mais altas produtividades nacionais, retrata a dificuldade que a orizicultura gaúcha enfrenta para sobreviver. Para o economista Lucílio Alves, do Cepea/Esalq/USP, a redução da […]Leia mais

No limite superior

Sob nova realidade, Brasil pode colher quase 11 milhões de t .  Para uma temporada que começou com a expectativa de redução produtiva sobre a safra 2018/19 – que foi de 10,45 milhões de toneladas -, o Brasil chegará ao final da colheita 2019/20 com a perspectiva de colocar no mercado um volume mais próximo […]Leia mais

Maior na hora certa

Produção cresce no RS, em momento estratégico para o abastecimento .  Superando as expectativas iniciais de colher 7,2 milhões de toneladas na temporada 2019/20, o Rio Grande do Sul conclui uma das maiores safras de sua história, segundo o Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga). Em 5 de maio, a autarquia estadual previa produção próxima […]Leia mais

Despensa enxuta

Consumo de arroz cai 40% nos domicílios brasileiros, diz IBGE .  Base da alimentação no país, a presença da dobradinha arroz e feijão nas refeições domiciliares brasileiras caiu significativamente entre 2002/03 e 2017/18, confirmando uma tendência há muito apontada pela cadeia produtiva. É o que mostra a análise histórica do módulo Avaliação Nutricional da Disponibilidade […]Leia mais

Situação atual de gramíneas em arroz irrigado e métodos de manejo

Autoria: André da Rosa Ulguim1, Bruno de Lima Fruet2, Anelise Lencina da Silva3.  O arroz-daninho caracteriza-se como uma das principais plantas daninhas de arroz. Entretanto, outras gramíneas, como o capim-arroz, têm cada vez mais ganhado destaque. Em levantamento realizado pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) […]Leia mais

Classes de rendimento mais baixas adquirem mais cereais

 A pesquisa do IBGE ajuda a consolidar a posição de que o arroz é adquirido em maior volume por famílias de menor renda média no Brasil. Na análise por classes de rendimento, entre os grupos de produtos, cereais e leguminosas (30,505 kg e 30,086 kg), farinhas, féculas e massas (12,897 kg e 12,245 kg) e […]Leia mais

Receba nossa newsletter