Morre Breno Prates, fundador da Federarroz

 Morre Breno Prates, fundador da Federarroz

Prates: liderança arrozeira. Foto: Divulgação/Irga

(Por Planeta Arroz) Morreu por causa de uma parada cardíaca, nesta quinta-feira, 29 de julho, aos 81 anos, o empresário Breno Pinheiro Prates, idealizador da 1ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, em Alegrete, RS, em 1988. O evento deu origem à Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), principal entidade do setor produtivo arrozeiro, da qual Prates foi o primeiro presidente e a liderou por quatro anos. Assim, tornou-se um símbolo da entidade e da orizicultura brasileira. Ele estava hospitalizado tratando problemas renais.

Ele a presidiu de setembro de 1989 a dezembro de 1993, período em que foram iniciados protestos que levaram à discussão pública e judicial com o sistema financeiro sobre os juros impagáveis das contas dos arrozeiros, em valores muito mais elevados do que historicamente era possível remunerar o grão. As ações e denúncias consistentes apresentadas na histórica Carta de Uruguaiana, no início dos anos 1990, geraram até uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) no Congresso Nacional sobre o endividamento agrícola.
Em 1959, já atuava pela organização dos arrozeiros alegretenses e foi o primeiro presidente e fundador da Associação dos Arrozeiros de Alegrete (RS).

Além de produtor rural, Prates foi empresário na área de prestação e serviços de secagem e armazenagem de grãos na Fronteira Oeste. Dirigiu o conselho deliberativo da Federarroz e também atuou no conselho do Instituto Rio Grandense do Arroz. Em 2003 foi homenageado na Abertura Oficial da Colheita do Arroz pela sua trajetória de liderança no segmento produtivo. Recebeu inúmeras homenagens ao longo da vida. Irga, Farsul, Federarroz e outras instituições lamentaram a perda.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

Receba nossa newsletter