O arroz asiático invade o México e Veracruz;

 O arroz asiático invade o México e Veracruz;

Aquisições na Ásia são alvo de críticas no México

(Por Planeta Arroz) O presidente do Conselho Mexicano de Produtores de Arroz, Pedro Alejandro Díaz Hartz, alertou que o governo federal está permitindo a importação excessiva de arroz de baixa qualidade do Vietnã e da Tailândia. Ele censurou que em vez de dar apoio institucional aos produtores de arroz, os governantes retiraram-lhes os créditos e não há um planejamento oficial para o setor.

Por isso, acusou que nos últimos anos as colheitas nacionais entraram em colapso e cada ano produz menos arroz, devendo recorrer a importações que só deixam lucro para algumas empresas.

Ele considerou que o atual governo federal “repete os erros” dos governos do PRI e do PAN, de dedicar menos apoio ao campo, em particular ao setor arrozeiro. Ao contrário, incentiva as compras no exterior ao invés de gerar empregos no país e seus benefícios sociais. “A preocupação dos camponeses é justificada, conscientes das desvantagens existentes em relação aos seus homólogos asiáticos, por isso protestamos e exigimos apoio, é em benefício do próprio país”, afirmou. Segundo o dirigente, mesmo os consumidores estão reclamando da má qualidade do produto trazido da Ásia.

Outra preocupação das indústrias e dos consumidores mexicanos diz respeito à expectativa de uma produção menor e de qualidade média inferior em alguns estados dos Estados Unidos nesta temporada. Os EUA são responsáveis por abastecer em 80% o mercado de importação mexicano, mas quando a temporada é de menor oferta e qualidade de grão inferior, o México costuma buscar arroz de mais alta qualidade no Mercosul. O acordo de comércio Transpacífico, no entanto, poderá aumentar a presença de arroz asiático nos países das Américas em função das vantagens tarifárias.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

Receba nossa newsletter