Tags : Preço ao consumidor

Preço do arroz dispara no Peru e chega a 190 soles em Lima

(Por El Popular) Um novo integrante da cesta básica familiar começou a aumentar de preço, afetando milhares de donas de casa. Este é o arroz, o principal ingrediente da culinária peruana, que chegou a 190 soles por saco de 50 quilos nos mercados de Lima e Callao  (valor equivalente a R$ 240,14). Durante um passeio […]Leia mais

Invasão da Ucrânia significa que países precisam de novas fontes de grãos

(Por Planeta Arroz/FAO) Os países dependentes da Rússia e da Ucrânia para o suprimento de grãos cereais e fertilizantes devem encontrar fornecedores de alimentos novos e mais diversificados, mas ter cuidado com a redução das tarifas de importação, disse Qu Dongyu, diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, em Roma, na semana passada. […]Leia mais

“Preparem-se que o preço do arroz vai voltar a subir”

(Por Gregório Silveira, 4Oito, Araranguá/SC) As últimas semanas não foram positivas para a produção de arroz no extremo Sul do Estado. A região é destaque nacional na rizicultura e vem sofrendo impactos externos e internos. Um dos fatores que prejudicaram o produtor foi o clima. Na semana passada chuvas fortes e ventos trouxeram prejuízos aos […]Leia mais

Preços de alimentos nos supermercados de Curitiba têm variação de até 51,4%

(Por Tribuna do Paraná) Com os preços dos alimentos nas alturas, é aconselhável pesquisar o valor de itens como óleo de soja, arroz, leite longa vida e da carne antes de ir às compras nos supermercados. Segundo levantamento do Clique Economia da Prefeitura, realizado na última segunda-feira (14), a variação de preços de gêneros alimentícios […]Leia mais

Cesta de Curitiba sobe quase 14% em um ano. Arroz parboilizado baixou

(Por Bem Paraná) Em fevereiro de 2022, a cesta básica de Curitiba apresentou alta de 2,57%, na comparação com janeiro de 2022, e custou R$ 652,90, o oitavo maior valor entre as 17 cidades onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) realiza a pesquisa. No ano, o porcentual de aumento do conjunto […]Leia mais

Preço da cesta básica varia mais de 60% em João Pessoa

(Secom/PB) A Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor, Procon-PB, através do Setor de Pesquisa e Estatística, realizou uma pesquisa de preços dos itens da cesta básica em atacado e varejo. A variação chega a 62,89%. No total, foram pesquisados 137 produtos, entre: feijão carioca, arroz parboilizado, açúcar cristal, flocão de milho, óleo de soja, […]Leia mais

Procon-RJ identifica variação de 37% no valor do arroz e do feijão

(Por G1) O Procon Estadual do Rio de Janeiro encontrou variações de até 37% nos valores cobrados por supermercados no arroz e no feijão em supermercados de um mesmo município. Confira todos os valores neste link. A pesquisa foi solicitada pela Secretaria Estadual de Defesa do Consumidor para monitorar os preços a fim de apurar se a isenção […]Leia mais

Preço do arroz ao consumidor teve reajuste de 23% nos últimos 12 meses

(Dieese) Um estudo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) constatou que o reajuste acumulado no preço do arroz durante os últimos 12 meses supera inflação e alcança 23%. Segundo Dieese, o preço do arroz comercializado em supermercados em setembro de 2020 era de R$ 4,11 e fechou o ano em R$ 4,93. Em […]Leia mais

Receba nossa newsletter