Tags : Varejo

País não tem como produzir e vender quilo do cereal a R$ 4, diz Federarroz

(Por Agência Brasil) A Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) considerou acertada a anulação do leilão público para a compra de arroz importado, porque não há necessidade de importar o cereal para abastecer o mercado interno. O leilão realizado pelo governo foi anulado na terça-feira (11) devido a questionamentos sobre […]Leia mais

Sob grande procura, preço médio do arroz cresce 5,01% ao consumidor

(Por Estadão Conteúdo) Os estoques de arroz estão adequados nos supermercados, afirmou o vice-presidente institucional da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Marcio Milan, nesta quarta-feira (29). No entanto, no período de 25 de abril a 28 de maio, a associação registrou um aumento no preço médio do produto de 5,01%. Milan explica que essa alta […]Leia mais

Preço do arroz sobe mais de 100% no DF, mostra Procon

(Por Zaia Angelo, G1 DF) Após as enchentes no Rio Grande do Sul, o preço do arroz aumentou em todo país. O estado concentra 70% da produção nacional do grão e, mesmo que a nova safra nem tenha sido colhida, a especulação de preços pesa no bolso do consumidor. O Procon do Distrito Federal fez uma […]Leia mais

Vai faltar arroz? O preço vai aumentar? O que dizem governo e varejistas

(Por Rafael Coraccini, CBN) Uma dúvida tem surgido nas redes sociais nos últimos dias. Será que pode faltar arroz no Brasil? A questão surge por conta das enchentes no Rio Grande do Sul, que é um grande polo produtor do alimento. Com isso, surgem relatos de consumidores indo até supermercados para comprar grandes quantidades do produto, […]Leia mais

Cebola, batata, arroz; os preços que explodiram em fevereiro

(Por Carlos Rydlewski) O aumento de 0,83% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em fevereiro, foi puxado pela arrancada dos custos na área de educação, que registrou elevação de 4,98% com a volta às aulas em 2024. O segmento de alimentação e bebidas também teve forte influência sobre a inflação, com avanço […]Leia mais

Preço do arroz dispara e acumula alta de 25% em um ano em Fortaleza

(Por Diário do Nordeste) O preço do arroz registrou um grande aumento nos últimos meses em Fortaleza, com alta acumulada de 25,01% período de um ano. O encarecimento foi registrado pela Pesquisa Nacional de Cesta Básica de Alimentos, divulgada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O arroz ficou 1,91% mais caro em fevereiro […]Leia mais

Arroz é arroz, couve-flor é couve-flor

(Por Cleiton Evandro, AgroDados/Planeta Arroz) Por mais estranho que possa parecer, a indústria de arroz dos Estados Unidos precisou enfrentar uma batalha com os organismos de regulamentação comercial do país da América do Norte para impedir processadoras de vegetais de utilizarem a definição de “arroz” para produtos como couve-flor picada e congelada e o compartilhamento […]Leia mais

Batata, tomate, arroz, frutas e carnes puxaram alta no IPCA-15

(Por Agência Brasil) A alta de 1,53% nos preços do grupo Alimentação e Bebidas no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) de janeiro foi puxada pelo encarecimento de itens alimentícios como batata-inglesa (25,95%), tomate (11,19%), arroz (5,85%), frutas (5,45%) e carnes (0,94%), informou nesta sexta-feira (26/1), o Instituto Brasileiro de Geografia […]Leia mais

Receba nossa newsletter