Mourão: arroz garantiu segurança alimentar do país

 Mourão: arroz garantiu segurança alimentar do país

Chuva de arroz simbolizou o início da colheita brasileira


Para o vice-presidente, o Brasil atravessa grandes crises, uma delas de produtividade por deficiências estruturais .

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, foi responsável pelo ato simbólico de Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas, ocorrido nesta quinta-feira, em Capão do Leão (RS), destacou a potência do agronegócio brasileiro. "Somos uma potencia agroecológica, responsáveis pela segurança alimentar de 200 milhões de brasileiros e mais 800 milhões de pessoas mundo a fora".

Ressaltou que em meio à pandemia, houve três crises: da saúde, com a perda de mais de 230 mil brasileiros e brasileiros que perderam a vida; a crise econômica com queda do produto interno bruto (PIB), minorada pela ação do governo e pelo setor que não deixou de trabalhar nenhum momento, o agronegócio, que ajudou a manter a população em paz; e a crise social com as pessoas que perderam os empregos e o recebimento do coronavoucher, que permitiu o depósito direto de recursos nas contas de milhões de brasileiros, e reduziu os efeitos sobre este aspecto da crise.

Na área econômica, destaca duas grandes crises: a fiscal, com o governo gastando mais do que arrecada, e tem que ser debelada. E passa por uma reforma tributária e estabilidade jurídica, que permitam ao Brasil evoluir em produtividade.

"A baixa produtividade não ocorre porque não trabalhamos, mas por questões estruturais, porque precisamos melhorar a infraestrutura de logística e transporte, saber o que está sendo efetivamente pago, respeitar contratos, seguro agrícola, incentivo à irrigação, liberdade para aquisição de insumos a preços competitivos, apoio à pesquisa da Embrapa, responsável por um salto tecnológico de 50 anos fruto do trabalho abnegado e anônimo de cada um dos nossos brasileiros e brasileiras que trabalham na Embrapa. Destaco ainda dificuldades climáticas enfrentadas no RS, mas o dinamismo, a resiliência, a força de vontade e a coragem dos arrozeiros que superaram todos os obstáculos para garantirem a segurança alimentar do país". 

O vídeo completo do pronunciamento e solenidade simbólica da abertura da colheita está aqui

Postagens relacionadas

1 Comentário

  • Mais um palpite desse Sr. que não sabe nada do que nosso setor vem passando à décadas! A redução da produção ocorre pq estamos diminuindo área, pq não temos recurso para gastar com insumos e defensivos e pq não temos preços que remunerem o custo e o risco atual! Soluções ele não trouxe nenhuma. Ajuda também não. Pq veio? Prá q veio? Alias o que essa Festa trouxe de bom? Chuvarada? Nada… Salve-se quem puder! Está na hora de voltar a rodar pelo Estado. Se aproximarem da realidade! Menos festa e politicagem! É só um certo grupinho que acaba se promovendo. Te Mexe Arrozeiro, a força vem do produtor, não dos almofadinhas!

Deixe um comentário

Receba nossa newsletter